COMO DEMONSTRAR O AMOR DE JESUS

O amor de Jesus  é muito importante para melhorar a vida de pessoas que passam por problemas graves por falta de assistência. Mas, para fazer desse bom sentimento uma ação realmente transformadora, o melhor caminho é desenvolver projetos sociais e realizar uma ação social na igreja que vá de encontro com esses propósitos.

Entretanto, não precisa se preocupar: tirar do papel as ideias que possam melhorar a vida de famílias inteiras pode ser mais simples do que você imagina.

Precisa de ajuda nessa missão? Confira um roteiro seguro e bem fácil de aplicar na sua rotina que listamos para você abaixo!

Como iniciar uma ação social na igreja?

A responsabilidade de iniciar projetos sociais é enorme. Envolver-se com a dor do outro demanda uma preparação psicológica e racional.
Isso porque, para realizar o bem, é preciso conhecer os males sociais de sua comunidade e pensar em ações para combatê-las. Pensando nisso, listamos 5 passos para iniciar uma ação social na igreja, sendo isso também uma forma de demonstrar o amor de Jesus.

ORAÇÃO

Antes de tomar qualquer medida, exercite aquilo que fará a conexão com Deus. Faça sua prece, ore e medite: entrar em contato consigo para que você fique mais leve e sensível para observar as oportunidades de ajuda que possam realmente impactar para melhorar a vida daqueles que estão à sua volta. Se comprometer em oração por alguém é uma das principais demonstrações do amor de Jesus.

CONVERSE COM A SUA COMUNIDADE

Na sequência, troque informações com as pessoas que frequentam a sua igreja. Neste exercício, você poderá perceber o interesse que elas têm para ajudar nessa missão. É importante ressaltar que, para tarefas tão importantes, é necessário contar com o engajamento voluntário.

Identifique necessidades

Considere fazer o levantamento de necessidades para que o projeto social a ser desenvolvido atue diretamente na solução de demandas do arredores da sua comunidade. Inclusive, isso ajudará a mensurar a efetividade da aplicação da ideia. Por exemplo: baixo interesse pela leitura ou falta de atividades de lazer para crianças, adolescentes e jovens.

Encontre soluções

Com o desafio bem claro, o próximo passo é analisar quais saídas são tecnicamente possíveis e financeiramente viáveis para serem colocadas em prática. Avalie criticamente se a solução proposta realmente reduzirá os problemas que foram listados no item anterior.

Conecte pessoas

Uma boa ideia e um propósito nobre é um ótimo começo. Mas, para a efetividade real dessa ação, concentre também suas energias em aproximar voluntários que possam contribuir na aplicação do projeto. Uma ideia interessante é distribuir formulários simples na igreja, que perguntam sobre o interesse das pessoas em projetos sociais e a vontade de fazer parte deles.

Exercite o amor de Jesus e apadrinhe uma criança

7 projetos para aplicar na sua igreja

Apesar dos passos para iniciar uma ação social na igreja, nem sempre é possível identificar problemas em sua comunidade. As necessidades dos indivíduos são grandes e, se não houver um engajamento global para preenchê-las, os projetos sociais a serem criados podem ficar só na teoria.

Nesses casos, o mais indicado é multiplicar o amor ao próximo por meio de parcerias com instituições sérias e confiáveis, que já realizam um bom trabalho de amparo aos necessitados. Aliar-se às iniciativas de assistência social, por meio do atendimento e do acompanhamento espiritual, social e emocional da comunidade, é também uma forma de servir à sociedade, que é um dos papéis primordiais de qualquer igreja! Por isso, listamos alguns projetos que podem fazer parte da realidade da sua comunidade, como complementares à realização de uma ação social na igreja.

1. Doação de livros

Uma frente de ação que é realizada é a melhoria e ampliação do acervo de bibliotecas comunitárias ou de escolas públicas. O primeiro passo deve ser identificar essa necessidade na sua região (entrando em contato com esses órgãos).

Na sequência, entusiasme doadores de livros educativos (paradidáticos ou não), que estejam em bom estado. É possível recolher os itens você mesmo ou criar alguns postos de arrecadação (além da própria igreja, pode ser a padaria ou o mercado que fica no bairro). Faça um controle de tudo que foi arrecadado, entregue no estabelecimento e preste contas aos doadores.

2. Incentivo à música

Outro projeto social que costuma ter um bom reconhecimento nas igrejas é fomentar atividades culturais, como teatro e música, por exemplo. Você pode identificar profissionais que tenham habilidades nessa área para que sejam voluntários em oficinas junto à comunidade. Isso abre portas para aumentar a participação de jovens em atividades religiosas e desperta interesse em temas que talvez não tivessem cogitado antes!

3. Aprendizagem profissional

Algumas igrejas possuem espaço de sobra para oferecer aulas de aprendizagem profissional para pessoas sem qualquer formação. Nesse tipo de projeto, é preciso encontrar voluntários para dar mini-cursos de manicure, informática, bordado e outras atuações profissionais.

O ideal é fechar uma parceria com profissionais que já estão acostumados com projetos e que topem fazer parte da ação social da sua igreja. Além de ceder o espaço, você se torna responsável por organizar a agenda e divulgar a iniciativa para atingir aqueles que realmente precisam de uma formação profissional.

4. Auxílio a moradores de rua

Uma importante missão de líderes religiosos é dedicar atenção e cuidado à população que não tem teto para morar. Nesse sentido, você pode conduzir campanhas para arrecadação de agasalhos e alimentos.

Lembre-se de organizar a entrega dos itens em períodos regulares. Um ponto importante é identificar o telefone de centros que acolhem moradores de rua na região para incentivar a manutenção desses locais para continuarem mantendo profissionais que fornecem cuidados específicos.

5. Doação de alimentos

Um dos pontos que ainda desafiam a humanidade é a fome. Nesse sentido, você pode unir ações para reduzir o desperdício, o consumo consciente e a arrecadação de itens que possam ser distribuídos às entidades ou às famílias que sofrem da privação alimentar. O vínculo com uma entidade poderá favorecer o trabalho sistemático (dia de entrega e necessidades pontuais).

6. Amparo à família

Infelizmente, a realidade das famílias em situação de pobreza e exclusão é muito dura. Lidar com a falta de recursos está longe de ser o único problema.

Em muitos casos, por fazerem parte de um meio violento, as crianças e jovens se envolvem com práticas que não deveriam, como drogas, álcool e crimes. Entretanto, muitos projetos sociais que se destinam a amparar toda a família que se encontra nessa situação, oferecem escola de esportes para que as crianças passem menos tempo na rua, suporte psicológico aos pais e às crianças. Ou seja, se apresentam como projetos sociais muito completos!

7. Apadrinhamento financeiro de crianças

Fazer uma ação social na igreja envolvendo crianças é muito complexo, pois abraça uma série de cuidados para lidar com os direitos delas. Por isso, com as dificuldades de se fazer uma, pode ser muito benéfico se aliar a um projeto social sério.

Com isso, outra ação efetiva que tem crescido bastante no Brasil é o financiamento de projetos que investem no presente para termos um futuro melhor. Para isso, você pode mobilizar pessoas da sua igreja para, juntas, realizarem o apadrinhamento financeiro de meninos e meninas que vivem em situação de extrema pobreza. O trabalho é feito por associações sociais de tradição e responsabilidade, que permitem o seu acompanhamento e a avaliação dos resultados sobre as doações feitas.

Se você quer ajudar e não encontrou ainda uma instituição confiável, sugerimos que conheça a Ponte Social. Aqui, nós contribuímos para transformar as vidas de muitas crianças e oferecer a elas a oportunidade de se tornarem jovens, adultos, pais e líderes, que poderão atuar gerando transformações positivas nas comunidades.

Exercite o amor de Jesus na prática: com projetos sociais, você poderá transformar todo seu amor em ações efetivas para um melhor futuro para o nosso país. Inclua a ação social na sua igreja e contribua para melhorar a vida de outras pessoas.

Ficou com alguma dúvida ou teve uma ideia bem legal a partir do que sugerimos? Conte para gente nos comentários abaixo!

Autor(a): PONTE SOCIAL

Em 2016 o ChildFund Brasil iniciou a expansão para novas áreas consideradas de extrema pobreza no Brasil. Esse trabalho de expansão é chamado Ponte Social, pois é construído por meio de parcerias estratégicas com igrejas, que mobilizam seus contatos e recursos para nos apoiar na transformação de vidas e, com isso, potencializar a missão da igreja na pregação do evangelho e plantações de suas unidades em regiões onde a escassez do básico se torna um bloqueio para a esperança e a crença em dias melhores.

Related Posts

Deixe um comentário